Preços do boi gordo seguem ruins em dia de péssima notícia aos frigoríficos

Medida Provisória apresentada pelo governo pode aumentar a carga tributária dos frigoríficos, que atendem a demanda interna e externa

Preços do boi gordo seguem ruins em dia de péssima notícia aos frigoríficos

O mercado físico do boi gordo apresentou algumas negociações abaixo da referência média no decorrer da quarta-feira (5).

Segundo o analista da consultoria Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o ambiente de negócios ainda sugere pela queda dos preços no curto prazo, em linha com a grande quantidade de animais ofertados, que, somada à posição de grande conforto das escalas de abate, oferece as condições necessárias para as indústrias seguirem pressionando os pecuaristas.

O escoamento da carne ainda não resultou em alta dos preços no mercado atacadista”, assinalou Iglesias.

medida provisória 1.227/2024 apresentada pelo governo, que visa a revogação da possibilidade de compensação e/ou ressarcimento do crédito presumido de PIS/COFINS pode acabar resultando em aumento da carga tributária dos frigoríficos, que atendem tanto a demanda interna como as exportadoras. A medida vai tramitar no Congresso ao longo das próximas semanas.

Preços da arroba

  • São Paulo: R$ 218
  • Goiás: R$ 202
  • Minas Gerais: R$ 208
  • Mato Grosso do Sul: R$ 216
  • Mato Grosso: R$ 207

Boi no atacado

O mercado atacadista ainda apresenta alguma perspectiva de alta no curto prazo, em linha com a entrada dos salários motivando a reposição ao longo da cadeia produtiva.

Porém, mesmo em um cenário mais favorável, parece pouco provável que haja espaço para recuperação dos preços da arroba do boi gordo”, pondera Iglesias.

O quarto traseiro ainda é precificado a R$ 17 por quilo. A ponta de agulha segue a R$ 12,50 por quilo. O quarto dianteiro permanece no patamar de R$ 12,50 por quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,20%, sendo negociado a R$ 5,2965 para venda e a R$ 5,2945 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,2608 e a máxima de R$ 5,3060.

Fonte: Victor Faverin - Agência Safras

Por: (LCN) Luís Celso News

E-mail: luiscelsonews@gmail.com

contato@luiscelsonews.com.br